• Estival Shoes

Como vender calçados Estival pelo Facebook

Nosso assunto de hoje é como vender os calçados Estival pelo Facebook, uma ideia online de baixo custo inicial e que pode se transformar em um ótimo negócio.


Não há como negar a importância do Facebook como ferramenta de marketing nos dias de hoje. Praticamente todo mundo tem um perfil nessa rede, e isso a transforma em uma ótima oportunidade de negócio.


A seguir, confira x dicas importantes para alavancar suas vendas usando o Facebook.


Ergonomia Estival

Antes das dicas entenda o motivo de usar o Facebook como ferramenta de venda


Quantas pessoas você conhece que não possuem uma conta no Facebook? Pois é, a rede social atingiu 3 bilhões de usuários ativos por mês.


Além do grandioso número de usuários, o Facebook é, também, acessado em diversas plataformas. Esses usuários utilizam a rede pelo computador, por tablets, smartphones e muito mais.


É por isso que esta rede social é tão efetiva em conectar empresas com pessoas ao redor do mundo. Milhares de empresas já sabem como vender pelo Facebook e já utilizam essa rede como parte importantíssima de sua estratégia.


Facebook para sua empresa


Com tanto foco em marketing digital e o crescimento de empreendimentos no meio virtual, o Facebook percebeu essa mudança de comportamento online e criou o Facebook para empresas.


O Facebook para empresas é a ferramenta de negócios da rede social e, diferentemente de um perfil pessoal, possui um layout, posicionamento, alcance e funcionalidades – anúncios, por exemplo – totalmente voltados para negócios.


Basicamente, o Facebook para empresas faz com que a sua mensagem chegue até as pessoas corretas da forma correta. E além disso, pode ser vinculada a outras ferramentas potentes para o marketing digital, como o ‘Instagram para empresas’ e o Messenger, ambos do próprio Facebook.


Nessa ferramenta da rede social, é possível criar e gerenciar a página da sua empresa, entrar em contato com clientes – e ter clientes entrando em contato com você – e, na mais nova funcionalidade anunciada pelo Facebook, criar uma loja virtual vinculada à sua marca e anunciar produtos diretamente.


Então, com uma rede social tão grande e uma ferramenta pensada especialmente para negócios, basta entender melhor como vender pelo Facebook e começar a impulsionar suas vendas.


1. Crie a sua página


Criar sua página no Facebook é gratuito e bem simples. Ela vai servir como a base para você criar a presença digital da sua marca, loja ou empresa.


Para criar a página você deve estar logado no seu perfil, ir no painel superior direito do Facebook, clicar na setinha para baixo e encontrar o botão ‘Criar Página’ e seguir os passos.



2. Configure uma loja virtual na sua página


Uma das novas funcionalidades do Facebook para empresas é a criação de "lojas virtuais" dentro das páginas. Com isso, fica mais fácil ainda centralizar a tarefa de vender pelo Facebook em uma só plataforma. E a melhor parte é que é muito fácil configurar essa loja virtual!


Para colocar isso na sua página você deve fazer o seguinte:


Primeiro, vá na aba ‘Configurações’ da sua página e, em seguida, encontre o botão ‘Editar página’. Em ‘guias’ você consegue ver tudo que é exibido no painel lateral da sua página.



Bem na parte inferior desta página existe um botão ‘adicionar uma guia’ e, em seguida, você pode adicionar a guia ‘Loja’, como a imagem abaixo mostra.


E ah, é muito importante ler e entender – e cumprir, claro – todos os termos e regras de uma loja virtual, afinal, existem muitas práticas de vendas que tanto você quanto a plataforma precisam assegurar que serão feitas da melhor forma possível.

Você deve adicionar se quer que as pessoas entrem em contato pela própria página ou realizem as compras em um ambiente externo, como o seu site. É preciso, também, selecionar qual moeda o preço deve ser exibido – real ou dólar, por exemplo.


Em seguida, você pode clicar em ‘adicionar produto’ e começar a colocar todos os seus produtos à venda em um catálogo virtual atrelado à página.



Agora que você já configurou sua página de empresa, a deixou atrativa e pronta para funcionar, também, como uma loja virtual, o próximo passo é fazer com que as pessoas certas cheguem até você!


3. Crie anúncios e campanhas


Criar anúncios é uma grande e importante parte de saber como vender pelo Facebook.


Para fazer anúncios você deve ter seguido os passos anteriores de configurar uma página na plataforma para empresas (mas não necessariamente o de configurar a loja).


Os anúncios do Facebook são extremamente efetivos e garantem que a sua mensagem chegue, não só até as pessoas certas, mas em formatos bem atraentes e diversificados.


Mas antes de criar os anúncios, é preciso refletir um pouco e entender sobre as seguintes coisas:

  • Persona: criar uma persona é criar uma representação fictícia do seu cliente ideal. Isso não quer dizer pessoa inventada, pois a persona deve ser criada em cima de bases reais de pesquisa de mercado e de comportamento. Descrevendo quem é o seu cliente ideal – idade, profissão, gênero, hobbies, escolaridade etc. – você consegue sempre manter em mente para quem você vai vender e concentrar esforços para seus anúncios chegarem até essas pessoas. E claro, você pode ter mais de uma persona.

  • Finalidade do anúncio: os anúncios do Facebook possuem diversas finalidades, como: tráfego, envolvimento na publicação, instalação de algum aplicativo, conversões, cadastros entre outras. Sabendo exatamente, além de quem você quer atingir, qual é o objetivo do seu anúncio, você consegue adequar sua mensagem para ele.

  • Mensurar resultados: A plataforma de anúncios do Facebook te deixa analisar os resultados desses anúncios. Mensurar resultados é uma prática importantíssima, pois te deixa ciente do que funcionou e o que não funcionou na sua campanha. Dessa forma, você pode repetir tudo que funciona e ajustar tudo que ainda precisa de melhorias.

  • Importância de testes: Faça testes de diferentes formatos, imagens e linguagens nos anúncios. Você verá que alguns terão melhores resultados que outros e alguns podem até te surpreender! Essas atividades como vender pelo Facebook ou Instagram, por exemplo, são muito novas ainda, por isso, estão em constante mudança. Se adaptar é muito importante para manter-se relevante!

Dica de como criar campanha

Na aba gerenciador de anúncios você encontrará a tela acima. Nela você deve escolher a finalidade da sua campanha. A finalidade faz parte de todos aqueles detalhes que mencionamos acima. Em resumo, os objetivos são os seguintes:

  • Reconhecimento de marca: Alcançar pessoas que se identificam e podem se interessar pela sua marca.

  • Alcance: Fazer com que o seu anúncio alcance o maior número possível de pessoas.

  • Tráfego: Fazer com que as pessoas acessem seu site, blog ou outra plataforma externa ao Facebook.

  • Envolvimento: Curtir. Comentar. Compartilhar! Essa finalidade de anúncio fará com que as pessoas realmente se envolvam com eles.

  • Instalação de aplicativo: Conseguir que pessoas instalem seu aplicativo.

  • Visualizações em vídeo: Conseguir mais pessoas assistindo e engajando com o seu conteúdo em vídeo.

  • Geração de cadastros: Conseguir dados de cadastro de pessoas interessadas, como nome, telefone, e-mail ou outras formas de contato.

  • Conversões: Essa finalidade fará com que as pessoas realizem alguma conversão (marketing) dentro de suas páginas.

  • Visitas ao estabelecimento: Os anúncios também podem ser utilizados para estabelecimentos físicos. Esse tipo de anúncio envolve pessoas e faz com que elas visitem sua loja, restaurante, academia etc.

  • Venda de catálogo de produto: Exibe os produtos cadastrados na sua loja virtual vinculada à sua página de empresa.

Depois de decidido a finalidade do anúncio, está na hora de criá-lo de verdade.


Segmentação de público


Para escolher o público que você quer alcançar com seu anúncio, você tem duas opções nessa plataforma: Utilizar um público personalizado, ou seja, grupos de pessoas que já interagiram com a sua página ou pessoas que possuem gostos semelhantes. Ou criar audiência a partir de um direcionamento detalhado.


Nessa opção, você cria do zero segmentações de público baseadas em gênero, idade, interesses, relacionamentos e muito mais! Nesse caso, você precisa ter em mente a persona do seu negócio e criar públicos baseado nelas.


Escolher o posicionamento dos anúncios


Como já dissemos, o Facebook para Empresas é vinculado a muitas outras redes e ferramentas voltadas para negócios. Então, não é somente sobre como vender pelo Facebook em si, mas sobre como utilizar todas as ferramentas que ele te possibilita para vender melhor nas mais diversas redes afiliadas.


Então, escolher o posicionamento dos seus anúncios é escolher a forma que ele irá aparecer para o público.


Você pode escolher se ele será veiculado somente no Facebook, se aparecerá no Messenger e até mesmo no Instagram. E dentro de cada plataforma você pode ainda escolher o formato deles. No Facebook, por exemplo, ele pode aparecer no feed de notícias ou na aba lateral direita. Isso tudo é personalizável na hora de criar o anúncio ou conjunto de anúncios.

Defina o orçamento


Na plataforma de anúncios do Facebook não há um valor fechado para criar suas publicações. Nela, você pode definir quanto quer gastar e por quanto tempo você quer que seu anúncio fique ativo.


É claro que isso influencia na quantidade de pessoas que o anúncio irá atingir, porém, investindo um pouco já é possível atingir grandes resultados.

E pronto! Basta aguardar que seus anúncios sejam aprovados pelo Facebook e começar a vender!


Pode parecer muito complexo, mas com o tempo você pega o jeito.


4. Use imagens


Imagens chamam a atenção! Uma pessoa tem muito mais chance de clicar em um anúncio que possui uma foto do que um que não tem. Além disso, você pode criar uma identidade visual da sua marca e reforçar sua presença online e seu branding.


E olha, se imagens são efetivas, os vídeos são ainda mais…


5. Use vídeos


Com 4 milhões de vídeos diários, o Facebook se posicionou como uma das principais plataformas a considerar no momento de compartilhar vídeos. E isso não é mera casualidade.


Já faz tempo que Mark Zuckerberg conseguiu ver que o conteúdo audiovisual era um diamante bruto, tanto para pequenas como para as grandes empresas.


Por isso, começou fazer frente ao Youtube e começou a oferecer a possibilidade de carregar vídeos diretamente no Facebook.


Os vídeos no Facebook conseguem uma quantidade de visitas 2.5 vezes maior do que os vídeos no Youtube que são compartilhados pelo Face.


Outra coisa, você sabia que consumidores se mostram 4x mais dispostos a assistir um vídeo do que ler sobre um produto?


Além disso, pesquisas mostram que a chance de pessoas concretizarem a compra é duas vezes maior se elas assistiram a um vídeo sobre o produto.


Vídeos são ferramentas poderosas e muito efetivas para sua estratégia de marketing e vendas.


Dicas de como trabalhar videos no Facebook:


  • Saiba exatamente o que você quer transmitir com os seus vídeos no Facebook:

Não é porque os vídeos no Facebook funcionam que você pode publicar qualquer coisa. Aliás, é exatamente por isso que você deveria parar e pensar em uma estratégia de vídeo marketing para definir claramente o que você quer mostrar com seus vídeos, assim como o que você pretende conseguir com eles – por exemplo, aumentar o número de seguidores, conseguir mais viralizações, atrair mais tráfego para a sua página web, gerar mais conversões ou simplesmente tornar-se mais conhecido.


Garanta uma boa qualidade tanto dos conteúdos como das imagens e escolha um título adequado que convide as pessoas a assistir o vídeo.

Garanta uma boa qualidade tanto dos conteúdos como das imagens e escolha um título adequado que convide as pessoas a assistir o vídeo.


  • Crie conteúdos com valor e que conquistem o público

O rendimento dos vídeos no Facebook tem seu lado negativo: há tantos vídeos disponíveis que você vai precisar se esforçar para conseguir chamar a atenção do público e mostrar que vale a pena assistir os seus vídeos para que os mesmos não passem despercebidos.

Uma boa forma de conseguir isso é oferecendo conteúdos com valor agregado ao seu público. Por exemplo: conselhos, táticas, dicas, vídeos que facilitem a interação com seus fãs, já que por outro lado, isso vai melhorar o alcance orgânico no Facebook.

Além disso, os vídeos nativos do Facebook se reproduzem de forma automática, enquanto o usuário está fazendo “scroll” na linha do tempo dele. Então, criar começos de impacto e que chamem a atenção é um excelente recurso para que o seu público queira ver o vídeo completo


  • Acompanhe cada publicação dos seus vídeos com uma descrição

Não cometa o erro de pensar que só publicar os vídeos é suficiente: aproveite também o poder das descrições e, quando for publicar o material, coloque pelo menos uma frase explicando do que se trata ou convide as pessoas a “entrar pra dar uma olhadinha”.

Por exemplo, você pode adicionar uma citação extraída do vídeo e colocá-la entre aspas, ressaltar algum ponto interessante ou mesmo fazer um comentário sobre o que vão assistir para estimular o público a entrar e ver o conteúdo. Se quiser, também dá pra incluir uma hashtag que esteja relacionada à publicação.


  • Crie vídeos compartilháveis ​​pro Facebook

Não há nada mais eficiente do que a propaganda boca a boca. Neste caso, as vezes em que seu vídeo é compartilhado e mais e mais pessoas lhe sigam e tornem a sua marca mais conhecida. Sendo assim, foque em conteúdo audiovisual que possa se tornar viral com facilidade, já que isso vai garantir muito mais alcance, interação e conversões.


O conteúdo que provoca temor, riso ou diversão e apela para o lado narcisista das pessoas é o mais compartilhado.


Isso significa que as pessoas não compartilham vídeos para falar da sua marca e sim para falarem de si mesmas. Forneça conteúdos com os quais elas se sintam identificadas ou que as façam orgulhosas de compartilhar e você vai alcançar o sucesso. Agora, naturalmente, tente relacionar sempre com o seu campo de atuação.


6. Use humor


Fazer postagens divertidas pode ser efetivo para chamar atenção do público. É claro que é preciso dosar esse bom humor com o profissionalismo, mas isso não quer dizer que você precisa ser sério o tempo todo! Ser engraçado pode ajudar as pessoas a criar mais identificação com a sua marca, o que significa uma maior fidelização.


7. Seja sincero!


Por último, lembre-se sempre de oferecer somente o que pode, de fato, cumprir. Essa é uma das partes mais importantes sobre como vender pelo Facebook.


Frustrar um cliente é a pior coisa que você pode fazer, afinal, além dele nunca mais voltar a comprar com você, ele ainda pode dar feedback negativo e desestimular futuros clientes. Então, seja honesto, sincero e ágil.


Ofereça apenas o produto ou serviço que você pode realmente cumprir.


8. Responda rápido


Responda as mensagens dos clientes o mais rápido possível! Caso você consiga responder em menos de 15 minutos, poderá receber o selo "Responde rapidamente" em sua Página, para que os clientes saibam que receberão uma resposta rápida e consistente.


9. Invista tempo no acompanhamento de métricas


Para gerir uma rede social de forma profissional e ainda vender por meio dela, você vai precisar investir boa parte do seu tempo todos os dias. Se essa for uma tarefa impossível, a dica é contratar uma agência especializada em marketing digital que fique responsável por isso. Postar novidades, informações relevantes ao consumidor, manter o estoque atualizado – tanto fisicamente quanto nas plataformas -, as descrições criativas e o preço competitivo e atualizado sempre que algo for mudado é o básico a ser feito. Isso demanda tempo e envolvimento.Veja 6 Métricas Que Toda Empresa Deve Acompanhar no Facebook


Além disso, apenas acompanhando as métricas será possível otimizar suas campanhas sem dispender mais verba do que o previsto. Por isso, contar com profissionais especializados pode parecer um gasto a mais à princípio, mas é sem sombra de dúvidas a melhor forma de poupar dinheiro.


Coloque as dicas em prática e impulsione seu negócio!


Boas vendas!


7 visualizações0 comentário